Professora da região de Rio Preto vai para final do Prêmio Educador Nota 10

Aspásia Diário da Região em 03 de março, 2022 13h03m
Facebook Twitter Whatsapp

Com o trabalho pedagógico “Brincadeiras de Quintal”, a professora Rosalina de Lázaro concorre com outras iniciativas que buscam contribuir com a qualidade da educação básica brasileira

A professora Rosalina de Lázaro, de educação física da escola estadual José dos Santos, está entre as dez finalistas do Prêmio Educador Nota 10. De Aspásia, ela desbancou outros 40 professores e se classificou para a grande final.
Com o trabalho pedagógico “Brincadeiras de Quintal”, a professora concorre com outras iniciativas que buscam contribuir com a qualidade da educação básica brasileira. A educadora é a única representante da região de Rio Preto no prêmio.
O projeto de Rosalina foi desenvolvido na única instituição de ensino da cidade de 1,8 mil habitantes, que oferece aulas do 1º ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio. “Como é uma cidade pequena, todo mundo acabou conhecendo o projeto. Fiquei muito feliz com o resultado do projeto e estar na final praticamente coroa isso”, disse.
Na pandemia, ela conseguiu reunir famílias da pequena cidade para relembrar brincadeiras antigas, como dominó, amarelinha, perna de pau, cinco marias. O projeto fez tanto sucesso que os vídeos compartilhados pelos alunos nas redes sociais estimularam famílias de outras cidades do Brasil.
“Foi impressionante o interesse e engajamento das famílias. Muita gente da cidade via no Facebook, não era aluno e pedia para participar. O mais gostoso é que os alunos brincavam com as famílias e tiravam até os avós do sofá”, contou a professora.
O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita. Reconhece e valoriza professores e gestores escolares da Educação Infantil ao Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o País. Ao longo das últimas 23 edições, foram recebidos mais de 75 mil projetos, e premiados 251 educadores, entre professores e gestores escolares.
Outra educadora da região, a professora de atendimento educacional especializado de Rio Preto Lucia Maria Dalbello fez parte da lista de 50 finalistas do prêmio.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários